1.4.10

The Girl From Atlantis


Estava cansada de ver as peças da coleção primavera 2010 de Alexander McQueen serem utilizadas uma e outra vez, da mesma forma, em editoriais de conceitos super similares (salvo pouquíssimas exceções). Toda essa euforia na utilização das peças (afinal, a coleção é mesmo digna de todo o alvoroço) - que só aumentou após sua morte - teve como produto, a meu ver, um extremo mal uso de tudo que ele produziu. Houve uma falta de interpretação de todas as idéias e pensamentos que permearam todas suas criações.

É, eu andava meio desesperançosa, até que vi este editorial, da Vogue Nippon clicado por Sølve Sundsbø’s. Parece que as roupas de Alexander foram elevadas a um outro nível através da exploração dessas fotos submersas, fora que, reflete muito a temática do própio desfile, esse "Plato's Atlantis", essa criatura mítica e poderosa das lendas, esse mundo escondido nas águas e que nós nem sabemos como é...esse mundo misterioso de nós mesmos.

















(via fashion gone rogue)

1 comentários:

Karen disse...

Todos os editoriais de moda tinham que ser pensados assim né? respeitando o conceito de coleção do estilista. Amei o make das modelos e as peças do McQueen ficaram incríveis dentro da água :( dá até tristeza